Nunca pensei que os "olhos do meu coração, no dizer de S. Paulo, revelassem pormenores por mim julgados completamente esquecidos...
Quarta-feira, 30.04.08
          

As palmas de palmeira que Te aclamam,

são tantas, ó Senhor, que Tu mal vês
este pequeno ramo em minha mão, 
modesto, meio-murcho, mas erguido
no mesmo ardor de toda a multidão.
 Montado no burrinho que pediste,
 humilde mas sem mancha, inocente,
 foi assim que quiseste dar entrada,
 entre as crianças que Te saudavam,
 numa Jerusalém, apinhada de gente.
 E todos depuseram suas capas
 no chão que Tu havias de pisar.
 “Salve, salve, Filho de David!”
 Tu eras Deus e ninguém se atrevia
 por ousado que fosse, a duvidar.
 Uma semana só, só quatro dias
 Te separavam da Tua Paixão.
 Bem o sabias Tu, e a própria dor
 de saber que ias ser crucificado 
 não anularam o Teu grande amor.
 «Salve, salve ó filho de David!»
 Obrigada, Senhor!
Lisboa, 17-03-08

Clementina Relvas

     
publicado por clay às 00:25 | link do post | comentar | favorito
VISITAS EFECTUADAS DEPOIS DE 23 JULHO 2012

contador de visitas
VISITAS EFECTUADAS DEPOIS DE 23 JULHO 2012

contador de visitas
Visitas desde Maio de 2007

Contador de Visitas
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
posts recentes

DOMINGO DE RAMOS

últ. comentários
Venha conhecer o nosso cantinho da escrita... Visi...
Querida Professora Acabei de ler o comentário da m...
Cara Drª Clementina Relvas,Vim hoje visitar o seu ...
Querida Vovó... ou Querida Professora:Para quem cu...
Querida Professora ,Estive uns tempos sem vir ao s...
Cara Sandra:É sempre um grande prazer e compensaçã...
Olá Cristina,tive o prazer de conhecer a su...
Dra Clementina :Fiquei feliz por receber uma respo...
Lisboa, 20 de Maio de 2011Peço desculpa de só agor...
Lisboa, 20 de Maio de 2011Querida Maria José:Lamen...
mais sobre mim
blogs SAPO